NOTÍCIAS | Fique ligado nas informações do momento
 
 
Emicida e Ibeyi repetem parceria: 'Brasil e Cuba são as 2 melhores músicas do mundo', diz o rapper.
Rapper brasileiro e gêmeas franco-cubanas se apresentam juntos no Rock in Rio 2019.



A dupla franco-cubana Ibeyi está de volta ao Brasil para gravar nesta terça-feira (28) uma nova versão de "Hacia el amor", música lançada com o rapper Emicida em junho de 2018, e outras canções para o show que farão juntos no Rock in Rio 2019.
Com a parceria, o trio espera unir seus ritmos e sons diferentes para uma grande celebração no palco Sunset do festival, no dia 3 de outubro

"O show vai ter coisa nova. E eu tive umas ideias nesses últimos dias. Eu quero muito apresentar pra elas, porque acho que elas vão se identificar. A gente tem a oportunidade de juntar dois backgrounds foda, de dois países que têm uma influência africana imensa".
"Nossas duas músicas, a de Brasil e a de Cuba, são as duas melhores do mundo. E acho que a gente tem a chance de homenagear os nossos ancestrais numa linguagem contemporânea."
Ele não pode falar muito sobre as novas músicas, mas apresenta a nova versão do single de 2018 e concorda que ela parece mais próxima do som das gêmeas, uma mistura de ritmos tradicionais da ilha caribenha com jazz.

"Elas têm uma coisa muito crua. Cajón e piano são elas, total. Faz todo o sentido", concorda o rapper brasileiro. "A música ganhou um outro corpo. Ela ganhou uma postura mais profunda."

Naomi Diaz, a mais calada das duas, discorda de imediato. "Não acho. Porque a primeira é mais parecida comigo. Só espera para ver", brinca ela, fazendo mistério.
Lisa-Kaindé Diaz, a mais falante, explica. "Naomi é a profissional em rebolado, então sempre que há dança envolvida é coisa dela. Mas estranhamente acho que as linhas agora estão muito misturadas para ver", conta.
"Acho que Emicida às vezes pode soltar umas músicas pop que são super dançantes, mas também pode fazer coisas super introspectivas e profundas. E Ibeyi também. Provavelmente é por isso que gostamos uns dos outros."
A irmã interrompe. "Porque podemos fazer as duas coisas juntos."

 
  Data: 29/05/2019